6 Dicas para evitar riscos desnecessários em ambientes naturais

Preparamos algumas dicas para que você possa aproveitar seu passeio com o máximo de cuidado e tornar sua viagem ainda melhor.

1 – Planeje seu passeio

Informe-se com antecedência sobre as características do local, como distância, presença de água potável e grau de esforço físico exigido.

2 – Nunca saia sozinho

Se você estiver acompanhado, terá alguém para dar apoio caso se machuque , sinta-se mal, ou seja picado por um animal peçonhento. Na maioria das vezes não há sinal de celular durante as atividades, então informe a alguém sobre o seu destino, onde está hospedado, qual passeio irá realizar, horário de saída e retorno dos passeios.

Calcule o tempo total que passará viajando e deixe um roteiro da viagem com alguém de confiança.

3 – Atenção redobrada nos períodos de chuvas

Costumam ocorrer cabeça d’água nos rios e cachoeiras. Além disso as pedras ficam ainda mais escorregadias e as correnteza ainda mais fortes, aumentando o risco de acidentes.

4 – Proteja seus pés

Calçado adequado é fundamental para evitar torções, escorregões, cortes e bolhas. Prefira botas de cano alto específicas para trilhas ou verifique se a sola do seu tênis é realmente antiderrapante.

5 – Contrate um Guia

Ele poderá:

  • Prestar os primeiros socorros e acionar um resgate, caso necessário.
  • Apresentar a história da região.
  • Ele está ali para assistir, orientar e conduzir as pessoas ou grupos durante os passeios. Contratar um guia de turismo capacitado pode ser o elemento mágico para tornar sua viagem ainda melhor. Algumas pessoas acham que o guia simplesmente apresenta o lugar e roteiros. Mas, no fundo, ele faz muito mais do que isso, ele conhece bem a região e os atrativos, vai poder te passar informações de onde oferece segurança para entrar ou não, aquela sugestão que você não sabia ou não havia dado importância, mas que vale a pena e pode deixar seu passeio ainda melhor. Esses são alguns de muitos motivos para contratar um guia.

Respeite e siga sempre as orientações do condutor.

6 – Saiba o que levar

Levar muita coisa ou aquilo que não seja muito útil, pode acabar causando transtornos e se tornar uma bagagem cansativa e que tira a satisfação de tudo o que o Ecoturismo tem a nos oferecer, leve apenas o necessário.

  • Roupas leves e flexíveis
  • Capa de chuva (Preventivo)
  • Agasalho
  • Chapéu ou boné
  • Roupa de banho
  • Protetor solar
  • Repelente
  • Lanterna
  • Cajado (bastão) para trilhas íngrimes
  • Bota de trilha
  • Kit primeiro socorros
  • Alimento e água

A maior parte dos acidentes ocorre por falhas humanas, por isso fique atento. Você é o principal responsável por sua segurança.

Sobre o Autor

Rafael Freitas
Rafael Freitas
Brasileiro, Belo Horizonte/MG, Formado em Processos Gerencias, Empreendedor, Guia especializado em atrativos naturais, Analista de viagens, Consultor de Viagens, Gestor de Turismo, Sócio Proprietário na empresa Pegada Ecoturismo, Palestrante. Com varias vivencias no ecoturismo e turismo de aventura, decidiu que viveria sua vida respirando e sonhando aventuras. Transformou o hobby e a paixão por viajar em profissão, com propósito de incentivar pessoas a saírem da rotina, conhecer novas pessoas, novos lugares, novas culturas, desafiar a si mesmo através deste esporte encantador e apaixonante. Acredita que não existe limites para conhecer novos lugares e novas conquistas. Viajar é explorar o novo, de forma simples. Acredita que não existe limites para conhecer novos lugares e novas conquistas. Viajar é explorar o novo, de forma simples.