Encare o COVID-19 assim, como se estivesse na trilha

Superação, força e coletividade.

Uma expedição, trilha, escalar uma montanha é um organismo vivo que se desloca com um objetivo comum.

Esse objetivo não é chegar ao cume de uma montanha, mas voltar para casa para contar a história.

Quando o individual é deixado de lado, e com ele, a vaidade e o ego, o verdadeiro coletivo surge e tudo fica mais leve. Na alta montanha, nas trilhas a leveza é importante porque erros levam a um acidente.

O coletivo precisa sempre estar na mesma página, cumprindo as pequenas metas, os micro-objetivos e cada tarefa necessária para seguir adiante.

“O coletivo faz sempre melhor que o individual.”

O apoio e motivação entre os membros do grupo são fundamentais.

O respeito é fundamental para as atividades sejam realizadas da melhor forma possível.

Toda pessoa que se encontre na montanha e com a qual cruzarmos, merece nosso respeito.

Numa aventura, ajudar uns aos outros é fundamental.

Todos nós temos uma montanha na vida para vencer

E nesse momento o mundo estar enfrentando uma grande montanha chamado: COVID-19

As desigualdades são, uma vez mais, sentidas neste momento. Dados mostram que as pessoas que mais sofrerão os efeitos do vírus são os pobres, os desempregados e os trabalhadores informais.

Entretanto, o vírus atinge a todos.

Não há limites sociais. Se não cuidarmos uns dos outros (sobretudo, socialmente) a sociedade vai sofrer um colapso.

Estamos perdendo o que nos faz mais humanos.

Empatia e solidariedade precisam ser exercitados.

Pessoas com cultura de colaboração levam fluidez ao ambiente, promovem o bem-estar e fazem com que as fricções diminuam. Nas empresas deveria ser assim. Com as pessoas, também. Ou com um amigo.

Ofereça ajuda.

É hora de resgatar esses valores, pensar no outro, colocar-se em seu lugar, entendê-lo como diferente e ajudá-lo porque, assim, estou ajudando a mim mesmo e à coletividade.⁣

Esperamos que essa pandemia nos cure de nós mesmos, de nossas mazelas, nosso egoísmo e desperte nosso olhar altruísta!

Esperamos que enquanto praticamos o isolamento social, consigamos nos libertar das inutilidades que nos prendem ao que não tem valor.

E que todo distanciamento físico nos ensine o valor de um abraço.

Em breve preencheremos essas lacunas com abraços e muitas viagens.

Vamos reaprendendo e nos adaptando, nesse momento delicado, mas sem deixar de ver as coisas belas da vida. Jamais!

Vamos juntos vencer essa montanha!

Esperança, amor é fé.

Iniciar atendimento