Você gostaria de iniciar em trilhas porém ainda não sabe o que levar ou até mesmo o que vestir em uma trilha de um dia o famoso hiking.

Bom, pensando em ajudar esses caminhantes de primeira trilha resolvemos escrever algumas recomendações de roupas, alimentos e acessórios para levar em um dia de trilha.

Hidratação

Conforme o tipo de atividade e condições climáticas, o consumo de água pode ser maior do que o habitual, por isso, para atividades de um dia de duração deve-se levar no mínimo 2 litros de água.

Alimentação

Em percursos menores, os lanches simples são mais indicados para saciar a fome de forma saudável e sem pesar no estômago. Algumas sugestões são:

  • Pães ou sanduíches com recheios não perecíveis.
  • Biscoitos (de preferência, integral).
  • Sementes (de girassol, de abóbora).
  • Frutas secas (damasco, maçã, banana).
  • Frutas frescas (maçã, goiaba, banana).
  • Oleaginosas (nozes, castanhas, amendoim).

Com que roupa eu vou?

O ideal para uma caminhada é usar roupas leves e que deixem o corpo transpirar sem dificuldades, para isso recomenda-se o uso de calças ou bermudas de tactel, calças de ginástica, calça legging, Camiseta dry fit com proteção UV, tops e um boné ou chapéu.

Por que não usar blusas de malha? Para trilhas curtas elas não são um problema tão grande assim, mas em dias de calor elas podem atrapalhar muito por causa da absorção do suor. Em locais frios elas são totalmente inadequadas. As blusas de algodão quando molhadas (por suor ou chuva) demoram para secar e assim roubam o calor do corpo, resfriando a pessoa, o que pode ser muito perigoso em um local com temperaturas mais baixas. Já as blusas feitas em tecidos sintéticos deixam o suor evaporar melhor e secam muito mais rápido.

Sempre leve na mochila um anorak (casaco impermeável) ou uma capa de chuva para evitar ser surpreendido por alguma mudança de tempo.

Calçados

Evite tênis velhos demais e nunca coloque um tênis ou bota recém comprado em trilha, dependendo do fabricante, modelo e material do calçado, você pode levar de uma semana até um mês para amaciar o calçado com eficácia. Preocupe-se com a proteção dos tornozelos e com a aderência do solado. Atualmente existem tênis específicos para corrida em trilha, estes modelos são infinitamente melhores do que os tênis comuns usados no dia a dia, porém só invista em um calçado mais técnico assim se você for um praticante regular.

Se você tiver um tênis ou uma bota específica para trilha ótimo, leve-o. Mais se você está iniciando, escolha um tênis de caminhada ou corrida e vá tranquilo, um bom par de tênis confortável e com um solado antiderrapante dá conta do recado em uma trilha fácil de um dia.

Já que estamos falando de calçados para trilha vamos comentar sobre as meias. Evite usar meias de algodão, essas meias retém o suor dos pés e ficam molhadas, aumentando o atrito e gerando bolhas. Existem meias próprias para trilha, elas podem ser compradas em lojas de material de montanhismo, e para uma pessoa que faz trilhas pequenas nos fins de semana basta ter um ou dois pares.

Mochila e proteção dos objetos

Para trilhas de um dia o ideal é uma mochila de ataque, leve e versátil, é uma parceira que topa qualquer parada. Normalmente, encontramos com o volume de carga de 20 a 40 litros, você encontra diversos modelos específicos em lojas de equipamentos para montanhismo, porém como no exemplo do calçado só invista em uma mochila de ataque se você for um praticante regular.

Preocupe-se em usar uma mochila pequena para carregar seus objetos. Não transporte as coisas nas mãos ou em sacolas. Algumas pessoas costumam levar uma muda de roupa extra para usar na volta caso elas se sujem ou molham durante o caminho. Uma mochila normal que aguente o volume e o peso do material necessário será suficiente para quem faz trilhas curtas e está iniciando.

Nunca se sabe quando aquela chuvarada vai aparecer, ainda que vc esteja sempre acompanhando a previsão é se certificando da mesma para toda região, então, guardar bem protegidos aqueles objetos que não podem molhar como aparelho de telefone, carteira, documentos, etc. Experimente colocar seus telefone e itens mais importantes dentro de um saco ziploc. Feche o saco bem e coloque dentro da sua mochila. Isso já lhe dará alguma proteção extra contra a chuva. E se você desejar uma proteção ainda maior procure pelos sacos estanque que podem ser adquiridos pela internet ou em qualquer loja de equipamentos esportivos.

Uma dica boa é sempre ter dentro da mochila os objetos acondicionados dentro de sacos estanque, até mesmo, para quando for atravessar um pequeno riacho e cair na água de “mala e cuia”.

O que levar?

No geral em passeios com a Pegada Ecoturismo você vai notar na página do evento a guia “O que levar”, ali você encontra a lista básica de itens que você deve levar para a atividade proposta que normalmente é:

  • Protetor labial e protetor solar.
  • Produtos de higiene pessoal.
  • Aconselhamos levar repelente.
  • Compartimento para lixo.
  • Leve roupa para banho de cachoeira, boné ou chapéu.
  • Lanterna de mão ou de cabeça pequenas e com pilhas reservas.
  • Celular (bom em situações de emergência – se possível mantenha desligado para poupar bateria).
  • Câmera para registrar o passeio.
  • Disposição e bom humor, esses são fundamentais.

E para finalizar aventureiro, para que sua atividade tenha o máximo de aproveitamento, bem-estar, o mínimo de esgotamento e contratempos pelo caminho, é necessário se planejar bem e escolher com cuidado com que vai iniciar suas atividades, seja com grupos independentes ou agências, alguns cuidados são primordiais, saiba mais em: Responsabilidade, conscientização e segurança no Ecoturismo

Com essas dicas esperamos que tenha uma excelente caminhada.

Você conhece os benefícios da caminhada para o corpo e a mente?

Saiba que essa atividade física reúne um grande número de vantagens para quem já gosta de se exercitar e também para quem deseja praticar e iniciar alguma atividade física e não sabe por onde começar.

Todos nós aprendemos muito cedo a caminhar, é um movimento natural, e por isso mesmo, somos biomecanicamente mais eficientes durante uma caminhada quando comparamos com os movimentos executados em outras modalidades esportivas como o remo, a natação, o ciclismo entre outros.

E independentemente da idade ou condicionamento físico, caminhar é um exercício leve, fácil de executar, de baixo custo, que ajuda a emagrecer, tonificar os músculos e ainda reduz o risco de doenças. Caminhar também é uma atividade aeróbica bastante segura do ponto de vista cardiovascular e ortopédico.

Entre os benefícios da caminhada para o corpo e a mente já citados, ainda podemos destacar:

  • Combate ao colesterol ruim.
  • Estimula a circulação sanguínea.
  • Melhora a capacidade cardiorrespiratória e também a densidade óssea.
  • Favorece um bom controle do diabetes e da hipertensão arterial.
  • Ameniza problemas de desequilíbrios posturais e articulares.
  • Proporciona um bom alto astral.
  • Promove o bem estar levando o estresse e o mau humor para bem longe.
  • Combate a insônia, a ansiedade e também a depressão.
  • Promove uma excelente oportunidade de socialização.

Ok, agora você descobriu os benefícios da caminhada, mas e a caminhada ao ar livre? Quais são seus benefícios?

Caminhar ao ar livre é divertido e saudável, não só para o seu corpo, mas também para o cérebro e a mente. Qualquer pessoa que tenha feito isso pode garantir. Mas, além do testemunho pessoal que qualquer um possa dar, está cientificamente provado que passar um tempo ao ar livre proporciona muitos benefícios mentais.

Caminhar ao ar livre nos ajuda a lutar contra a negatividade, a aliviar o estresse e até mesmo a combater a depressão. A sensação de liberação física que você sente quando sai lhe ajuda a sentir também liberação mental e a ser mais otimista. Mas isso não é tudo.

Caminhar ao ar livre pode melhorar o seu foco e aumentar a sua criatividade.

De acordo com um estudo publicado na revista Psychological Science, interagir com a natureza dá um descanso ao cérebro da super estimulação a que ele é submetido todos os dias, o que pode ter um efeito reparador nos níveis de atenção.

As tarefas da vida moderna exigem demais das áreas do cérebro que estão ligadas à repressão das distrações, ao pensamento criativo e ao desenvolvimento de um senso de identidade. Neste sentido, um grupo de pesquisadores da Universidade de Utah, Estados Unidos, descobriu que passar uns dias na natureza melhorava a criatividade das pessoas em 50%.

Caminhar ao ar livre ajuda a aliviar a depressão

De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, caminhar ao ar livre está relacionado com uma melhor saúde mental e maior positividade. Além disso, estar ao ar livre melhora os níveis de depressão e de estresse.

Já um estudo realizado pela Universidade de Glasgow, na Escócia, descobriu que as pessoas que caminhavam ao ar livre, andavam de bicicleta ou saíam para correr na natureza tinham um menor risco de deterioração da saúde mental do que as pessoas que praticavam esportes em lugares fechados.

A natureza nos recupera e fortalece o sistema imunológico

Segundo uma pesquisa realizada na Universidade Tecnológica de Chalmers, na Suécia, a natureza tem um impacto positivo na convalescença. A pesquisa constatou que até mesmo o mero ato de observar as árvores através de uma janela de hospital melhora as taxas de recuperação.

Por outro lado, um grupo de pesquisadores na Nippon Medical School de Tóquio descobriu que as mulheres que passaram seis horas em um bosque ao longo de dois dias tiveram um aumento dos glóbulos brancos que combatem vírus e tumores, e que o impulso durou por, pelo menos, sete dias.

A água faz bem para o corpo e para a alma

Uma pesquisa realizada pela Universidade da Escola de Medicina de Exeter, na Inglaterra, sobre as qualidades essenciais da água e o seu papel no nosso bem-estar psicológico descobriu que os íons negativos da água são antidepressivos naturais. Esses íons negativos são encontrados em grandes números até em um balde de água.

Portanto, caminhar perto de cachoeiras, lagos, rios e riachos, incluindo açudes e fontes, é muito benéfico para a saúde emocional. Se você também puder dar um mergulho, os benefícios se multiplicam, já que os vasos sanguíneos se dilatam pela água fria, o que estimula o corpo a expulsar as toxinas e a liberar endorfinas para se sentir bem.

A natureza nos acalma

Estar entre as árvores tem um impacto positivo no nosso organismo. Foi demonstrado que isso reduz os níveis de estresse e a pressão sanguínea. Uma pesquisa realizada no Japão, um país de longas jornadas de trabalho e de altas taxas de suicídio, revela que mergulhar no mundo natural reduz significativamente os níveis de estresse e protege contra a depressão.

Além disso, os sons da natureza têm um grande impacto positivo na nossa saúde e no nosso bem-estar. Diversos estudos revelam que os sons naturais e o silêncio da natureza têm muitos benefícios para a saúde física e mental, principalmente para a gestão do estresse.

Os aromas da natureza também desempenham um papel importante no impacto que ela tem sobre a nossa saúde e meio ambiente natural. O nosso sentido do olfato está intimamente ligado às partes do cérebro responsáveis pelo processamento da emoção.

Assim, os aromas têm um impacto imediato e profundo. As árvores e as plantas emitem fitocidas, um composto orgânico que desacelera a respiração e reduz a ansiedade.

Caminhar ao ar livre é uma das melhores coisas que você pode fazer pela sua saúde física e mental, pense nisso!